A Perseguição aos Cristãos está além de Prisões e Mortes
Professores conduzem aulas na Escola de Rua gerida pela ARM child and Youth Welfare em Lyari. (Foto: Reprodução / International Christian Concern)

A Perseguição aos Cristãos está além de Prisões e Mortes

  • Post author:
  • Post category:Notícias
Compartilhar

Quando a maioria das pessoas pensa em perseguição, pensa que um pastor está a ser ameaçado, espancado ou mesmo morto pela sua fé. Embora este seja o produto final visível da perseguição, há raízes que alimentam esta expressão visível e violenta do ódio.

A International Christian Concern faz uma avaliação muito mais profunda da perseguição. O núcleo da perseguição é muito mais profundo do que a violência ao nível da superfície.

A perseguição espalha-se por toda a comunidade, infetando tudo o que toca. É um sistema tóxico que oprime, aprisiona e escraviza as comunidades cristãs. As barras desta prisão são discriminação laboral, má educação e falta de acesso ao capital.

Estes elementos nunca desaparecem e criam um ciclo vicioso de opressão que se repete durante séculos.

Consequentemente, a perseguição é também uma prisão para as mentes dos crentes perseguidos que é um ciclo quase impossível de quebrar.

A discriminação laboral deixa frequentemente apenas os empregos mais difíceis disponíveis para uma família perseguida. São muitas vezes trabalho pesado, com salário muito baixo. A educação que os cristãos recebem nas comunidades perseguidas é terrível. Por isso, as crianças entre os 8 e os 10 anos são retiradas da escola para o trabalho a tempo inteiro.

Mesmo sem uma discriminação de educação e emprego, o crente perseguido continuaria a ter esperança de se libertar da prisão se tivesse acesso ao capital para iniciar negócios. Mas isso também é negado.

Sem estes elementos, o seu destino é decidido e eles não têm esperança de se libertarem da prisão construída para os manter presos.

 

Ciclo de pobreza e opressão

Os cristãos perseguidos vivem geração após geração um ciclo interminável de pobreza e opressão.

Então nós ajudamos os feridos, restauramos as igrejas que são destruídas, resgatamos as famílias dos mártires, mas é lavar, enxaguar e repetir. Geração após geração.

Infelizmente, as vítimas mais negligenciadas e vulneráveis da Igreja perseguida são muitas vezes as crianças.

O nosso sonho durante anos tem sido ajudá-los a sair das suas prisões e dotá-los das ferramentas necessárias para quebrar o sistema.

Em 2016, a ICC iniciou um projeto chamado Hope House para ministrar ao mais novos dos perseguidos. Dando aulas após o horário escolar regular para lhes fornecer uma educação avançada, ensinando-lhes habilidades comercializáveis como inglês, matemática, leitura e escrita na sua língua materna.

O plano é investir numa comunidade cristã. Fornecendo bolsas de estudo universitárias, formação profissional e bolsas de pequenas empresas para jovens cristãos empreendedores.

“O nosso desejo mais profundo é sermos as mãos e os pés para ajudar a inspirar a esperança dentro destas comunidades e proporcionar-lhes um futuro mais brilhante.” Diz a ICC. “A nossa oração é ver uma comunidade perseguida de crentes transformada e convidamo-lo a juntar-se a nós.