Crianças de

CORAGEM

e

LUÍS

"Perseguido aos 10 anos, hoje é pastor"

Quando o som dos tiros ficaram mais altos, Luís de 10 ano de idade e o seu irmão fugiram para o quarto e esconderam-se debaixo da cama.

 

Eles sabiam que os tiros significavam guerrilheiros das Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia (FARC), que foram novamente atacar a sua pequena aldeia no meio da floresta.

Quando os soldados do Exército colombiano chegaram para repelir o ataque, os guerrilheiros levaram como refém o pai de Luís, que foi libertado quatro horas mais tarde. 


Os combates entre os guerrilheiros e as forças do governo arrastaram-se por vários dias e muitos amigos do Luís foram mortos no combate.


O Grande Amor de Deus
Luís encontrou a paz verdadeira em Cristo, quando completou os 13 anos de idade e imediatamente sentiu a necessidade de ajudar as pessoas que vivem nas aldeias. "Deus disse-me que era o meu Deus e o meu Pai, e estaria sempre comigo", disse Luís. "Eu senti o amor de Deus na minha vida."


Ele usou a sua pequena poupança e comprou livros, jogos e outros itens para distribuir na sua antiga aldeia, que permaneceu sob ameaças. Também trouxe Novos Testamentos e deu-os a todos que encontrava, incluindo polícias, soldados e guerrilheiros.


"Eu dizia-lhes: 'Jesus ainda te ama, apesar de toda a dor que tu tens causado'", disse ele. "Eu tinha medo, mas pensava que se eu morresse, morreria com Cristo."

Agora, com 27 anos, Luís serve como pastor numa área controlada por um grupo paramilitar.

Os membros deste grupo participam dos cultos semanais, ouvem o que ele diz e fazem relatórios para entregar ao seus comandantes. 


Luís sabe que eles podem a qualquer momento olhá-lo como uma ameaça e dar-lhe 24 horas para sair dali, como já fizeram com muitos outros pastores. "Eu não estou com medo", disse ele. "É a minha paixão. Eu tenho um chamado de Deus para pregar nessas áreas de alto risco, e desejo continuar reflectindo a presença de Cristo na minha vida."


Luís tem no seu coração um amor especial para ministrar em áreas difíceis. Embora sendo jovem, ele já promove um treinamento para outros pastores que trabalham em zonas de conflito.

UMA GRANDE FAMÍLIA

A Missão A Voz dos Mártires está empenhada em servir os mais jovens membros da nossa Família Perseguida pelo tempo que for necessário, até que eles tenham os meios suficientes para continuarem as suas vidas.


Nós convidamos você a considerar apoiar este Projecto com uma doação mensal, que permitirá à Voz dos Mártires responder às necessidades imediatas das crianças que são perseguidas por causa da sua fé em Cristo.