• A Voz do Mártires - Portugal

Como ficam os Cristãos da Coreia do Norte após encontro de Trump e Kim Jong-Un?


A aguardada cimeira entre Donald Trump e Kim Jong-un ficou ontem (12) marcada por promessas genéricas de paz, desnuclearização e normalização de relações, mas pouco de substancial além de uma aproximação simbólica e sem precedentes entre os líderes dos EUA e da Coreia do Norte e um aperto de mão que entrou diretamente para os livros de História.

Apesar de todo o otimismo que rodeou a cimeira, ninguém esperava realmente que os dois líderes conseguissem resolver em poucas horas um conflito que dura há décadas e tem ameaças nucleares à mistura.

O acordo assinado na cimeira de Singapura não passou, por isso, de uma repetição das intenções manifestadas nos últimos meses: de um lado, Kim Jong-un comprometeu-se a trabalhar para a "desnuclearização total" da Península Coreana; do outro, Trump promete as necessárias garantias de segurança, às quais acrescentou, já depois da cimeira, o anúncio inesperado da suspensão das manobras militares entre os EUA e a Coreia do Sul como gesto de boa vontade.

A declaração não faz qualquer referência à assinatura de um acordo de paz entre os dois países, que estão tecnicamente em guerra desde a década de 50. Trump congratulou-se com um encontro que "correu melhor do que alguém esperava" e elogiou Kim Jong-un como "uma pessoa muito inteligente e um duro negociador". Já o líder norte-coreano , mais parco em palavras, confirmou que se tratou de "um bom prelúdio para a paz" e prometeu "deixar o passado para trás".

Trump alicia Kim com vídeo de Coreia próspera Trump trazia um importante ‘trunfo’ na manga para esta cimeira e não perdeu tempo a usá-lo para tentar convencer Kim Jong-un das vantagens de abdicar do programa nuclear: um vídeo de quatro minutos com produção ‘à Hollywood’ que mostra uma visão futurista de uma Coreia do Norte próspera, com hotéis de luxo em praias tropicais, comboios-bala, turistas e uma população feliz e bem alimentada.

Uma visão idílica contrastante com a realidade de um país em ruínas, isolado e com uma economia virtualmente inexistente. Fonte da Casa Branca diz que Trump pretendeu mostrar ao líder norte-coreano aquilo em que o seu país se podia transformar se renunciasse às armas nucleares e se tornasse membro de pleno direito da Comunidade das Nações. "O passado não tem que ser o futuro", diz o narrador do vídeo, que Trump mostrou ao líder norte-coreano e à sua delegação num moderno iPad. "Acho que ele adorou", disse o presidente norte-americano aos jornalistas sobre a sua inusitada ‘arma’ diplomática.

O ministro dos Negócios Estrangeiros português saudou esta terça-feira a realização da cimeira entre o Presidente norte-americano, Donald Trump, e o seu homólogo da Coreia do Norte, Kim Jong-un, definida como uma vitória da diplomacia sobre a confrontação.

Como ficam os Cristãos?

Em entrevista após a cimeira alguém perguntou ao presidente Trump como fica a situação dos cristãos perseguidos, ao que ele respondeu: "Nós tratamos do assunto de forma intensa.''

Ele também fez referência ao amigo Franklin Graham com quem tem o hábito de orar e se aconselhar. ''Como você sabe, Franklin Graham, passou e passa muito tempo na Coreia do Norte. É uma questão com a qual nos preocupamos muito. O assunto surgiu e as coisas vão acontecer."

Enquanto isso, continuamos a orar pelos nossos irmãos que vivem na Coreia do Norte, para que Deus use essa aproximação entre os dois países para proporcionar liberdade para os cristãos. Sabemos que a esperança dos nossos irmãos está em Cristo Jesus!

Leia gratuitamente a Revista da Voz dos Mártires deste bimestre e conheça a realidade vivida pelos nossos irmãos no país mais fechado do mundo. Leia aqui.

Motivos de Oração:

  • Ore pelos cristãos que vivem na Coreia do Norte, para que sejam renovados com a esperança da liberdade de culto.

  • Ore pelo presidente Kim Jong-un, para que ele conheça o verdadeiro amor de Deus e liberte todos os cristãos que estão presos em campos de trabalho forçado.

  • Ore para que os corações dos norte-coreanos se abram para o Evangelho de Cristo.

#Trump #CoreiadoNorte #KimJongun

© 2017 A Voz dos Mártires. Todos os direitos reservados.

Ao assinar a nossa lista de contatos está a concordar com a nossa Política de Privacidade