• A voz do Mártires - Portugal

Menina espancada pelo pai por deixar o Islão é adoptada por cristã na Uganda


Cristãos de todo o mundo enviaram centenas de cartas a uma menina ugandense que corajosamente manteve a sua decisão de continuar a proclamar a Cristo como o seu Senhor e Salvador pessoal, apesar da oposição que recebeu do seu pai muçulmano.


Hadijah nasceu numa família pobre em Uganda. Quando tinha 5 anos de idade, entrou numa igreja para ouvir a música que era tocada. Mas isso a levou para mais perto de Cristo, e ela continuou a ouvir o Evangelho.


Quando o seu pai muçulmano descobriu que Hadijah tinha ido à igreja, bateu-lhe. Apesar da repressão do seu pai, a menina ficou firme e continuou com a sua fé cristã.


Hadijah continuou a ser espancada até aos 11 anos por causa da sua insistência em ir à igreja.


Quando a violência contra ela tornou-se muito perigosa, Mellina, uma mulher cristã, levou a menina para dentro da sua casa. Para surpresa de todos, o pai de Hadijah permitiu.


Elas conversaram com a organização cristã Open Doors, revelando que o apoio financeiro e espiritual recebido dos cristãos de todo o mundo permitiu que Hadijah se mudasse e que também frequentasse um colégio interno perto da sua aldeia.


“Ela não tinha o amor de ninguém. Até as outras crianças batiam-lhe”, disse Mellina.


Segundo o Uganda Christian News, o relacionamento de Hadijah com o pai está a melhorar.


De acordo com os relatos, ele separou-se da esposa, que em parte foi responsável por muito do sofrimento da adolescente, mas deu a sua bênção para que Hadijah ficasse com Mellina e continuasse a sua educação.


Recentemente, o pai de Hadijah chegou mandar ajuda financeira para a filha. Com o passar do tempo a sua hostilidade em relação ao cristianismo está a diminuir.


Motivos de Oração:

  • Ore por Hadijah, para que cresça no temor e fidelidade à Deus e que através do seu testemunho muitos outros cristãos sejam fortalecidos na fé.

  • Ore também pelo pai de Hadijah, para que venha a conhecer o grande amor de Deus.

  • Louve a Deus pela vida da Mellina, que com ousadia e amor cristão aceitou cuidar de Hadijah e ser esse instrumento nas mãos de Deus.

Fonte: Uganda Christian News/Guia-me

Foto: Mellina (À direita) assumiu a educação e cuidado de Hadijah (esquerda).


Ao assinar a nossa lista de contatos está a concordar com a nossa Política de Privacidade

© 2017 A Voz dos Mártires. Todos os direitos reservados.