• A Voz dos Mártires

Ex-muçulmanos iranianos viajam para serem batizados em segredo

Atualizado: Mar 12


O Irão é um dos lugares mais perigosos do mundo para se viver como cristão. No entanto, esta nação muçulmana está a experimentar uma explosão de crescimento sem precedentes do cristianismo. Muçulmanos cansados do Islão estão a tornar-se seguidores de Jesus Cristo em números recordes.


Numa tarde de quinta-feira, 20 iranianos embarcaram num voo do aeroporto internacional de Teerão e voaram para uma cidade não revelada. A viagem era perigosa, mas todos eles estava dispostos a correr o risco pela chance de experimentar um momento que marcaria a transformação das suas vidas.


Por razões de segurança, as suas identidades foram ocultadas e os seus nomes alterados.


Um a um, os 20 iranianos desceram os degraus de uma piscina coberta. Homens, mulheres, jovens adultos, adolescentes e até uma menina de sete anos.


Na água, a espera para batizá-los, estavam os missionários iranianos Amir e Sasan, que escaparam da perseguição na sua terra natal.


"A maioria das pessoas neste encontro são artistas, músicos, alguns são produtores de TV, são pessoas muito instruídas, são especialistas de diferentes áreas da sociedade iraniana", disse o pastor Amir à CBN News.


O longo caminho para o batismo dos crentes iranianos

O aspirante a ator de 27 anos, Reuza*, estava entre os crentes que foram batizados.


"Eu estava a espera por esse dia há muito tempo", disse Reuza. “O meu coração estava a bater muito rápido de emoção".


Reuza teve uma infância difícil. O seu tio o estuprou aos 13 anos. A experiência traumática o levou a estuprar e abusar de várias meninas.


"Eu era uma pessoa má, uma pessoa muito má. Tentei mudar por alguns dias, três, quatro, cinco dias, mas depois fiquei pior do que antes".


Um amigo cristão deu-lhe uma Bíblia e contou a Reuza que ele poderia encontrar cura e perdão em Jesus Cristo.


"Eu esperava ir para inferno como punição por todas as coisas que fiz", disse Reuza. "Em vez disso, Deus perdoou-me. Eu estava a espera de fogo, mas Deus deu-me água viva e uma vida nova".


Reuza disse à CBN News que o dia do batismo era uma parte importante da sua jornada de cura.


"Senti a presença e o amor incondicional de Cristo, dos quais sempre tive sede, e naquele momento em que eu estava na água, apenas gritei e agradeci a Deus."


Mariam*, 25 anos, foi acompanhada na piscina pela sua irmã e pelo seu irmão.


"É um dia incrível para nós", exclamou Mariam. "É muito bom estarmos todos juntos como irmãos”.


Hamza* estava na água minutos depois dos irmãos. Liberto do alcoolismo e da heroína, ele entregou a sua vida a Cristo enquanto estava na clínica de reabilitação e está limpo há oito anos.


"A dor e a escuridão da minha vida passada não existem mais", disse Hamza à CBN News. "Aqueles dias de falta de moradia e solidão ficaram para trás. Quando fechei os olhos, orei e entrei debaixo da água, a luz de Deus ficou mais visível do que nunca em minha vida. Sempre senti que não era um cristão de verdade porque não era batizado. Agora sinto-me um cristão completo".


O Evangelho via satélite

Todos os 20 iranianos se converteram do islamismo para o cristianismo. Muitos, como Leela*, decidiram seguir a Jesus Cristo depois de assistir à TV Mohabat, um dos canais cristãos via satélite mais populares no Irão.


"Eu cresci na minha fé assistindo à TV Mohabat", disse Leela. "Eu não conhecia nenhuma outra pessoa cristã. Telefonava para a linha direta da TV e os conselheiros por telefone oravam por mim. Foi assim que eu cresci na fé".


Mike Ansari, iraniano de nascimento, é diretor de operações da Mohabat TV.


"Estas 20 pessoas que juntaram-se a nós na sua jornada de fé, assistindo à TV Mohabat, entregando os seus corações a Cristo e depois vindo aqui e dizendo: 'Eu gostava de ser batizado, gostava de ser enviado para evangelizar, eu quero mais. É um momento ungido que as palavras não podem descrever", disse Ansari à CBN News num local não revelado no Oriente Médio.


Ansari diz que o cristianismo está a crescer mais rápido na sua terra natal do que em qualquer outro país do mundo.


*Os nomes foram alterados por motivos de segurança das pessoas envolvidas.


Motivos de Oração:

  • Ore por estes 20 cristãos iranianos que foram batizados e seguem servindo a Cristo no seu país, para que eles mantenham-se firmes no evangelho.

  • Ore para que este avivamento vivido no Irão se espalhe por todos os país fechados ao evangelho.

  • Ore pelos projetos de que a Voz dos Mártires desenvolve no Irão. Saiba mais aqui.


Fonte: VdM, CBN News, Guia-me

Ao assinar a nossa lista de contatos está a concordar com a nossa Política de Privacidade

© 2017 A Voz dos Mártires. Todos os direitos reservados.