• A Voz dos Mártires

Irão liberta cristã da prisão por causa da COVID-19



Os cristãos iranianos agradecem a Deus por Rokhsareh (Mahrokh) Ghanbari ter sido libertada da prisão.

Mahrokh foi condenada a um ano de prisão por "propaganda contra o sistema" após uma audiência no Tribunal Revolucionário de Karaj, em 27 de julho de 2019.


Ela foi presa pouco antes do Natal de 2018, quando três agentes da inteligência iraniana invadiram a sua casa. Ficou detida por dez dias e passou por um intenso interrogatório.

Mahrokh começou a cumprir a sua sentença na prisão de Kachui, Karaj, a 14 de outubro de 2019. Ela foi libertada temporariamente a partir de 2 de março por causa da pandemia do COVID-19. Em 2 de abril, as autoridades prisionais informaram Mahrokh que ela não seria mais obrigada a retornar à prisão.

Com o surto de COVID-19 no Irão, cerca de 85.000 prisioneiros foram libertados, incluindo alguns cristãos. No entanto, os cristãos condenados por acusações políticas, como "agir contra a segurança nacional", foram recusados, juntamente com outros presos políticos.

Motivos de Oração:
  • Agradeça ao Senhor pela libertação antecipada de Mahrokh. Ore para que o seu testemunho possa fortalecer outros crentes.

  • Ore para que ela seja curada de qualquer trauma associado à sua detenção e se adapte bem à vida normal.

  • Ore pelos cristãos detidos sob acusações políticas que enfrentam exposição à infeção por COVID-19, para que eles conheçam a proteção e o consolo de Deus e também sejam libertados.


Fonte: Preocupação com o Oriente Médio

Ao assinar a nossa lista de contatos está a concordar com a nossa Política de Privacidade

© 2017 A Voz dos Mártires. Todos os direitos reservados.