• A Voz dos Mártires

Pastor e esposa grávida são mortos a tiro na Nigéria e deixam 8 filhos


Um pastor nigeriano e a sua esposa foram mortos a tiros enquanto trabalhavam na sua quinta no estado de Taraba, na Nigéria. O casal deixa oito filhos de 1 a 19 anos.


O reverendo Emmanuel Saba Bileya e a sua esposa, Juliana, que estava grávida, foram mortos por homens armados que ainda não foram identificados, segundo um comunicado divulgado pela Fundação Hausa Christians.


“Homens armados chegaram subitamente e atiraram contra eles, levando à morte do pastor e da sua esposa”, disse um porta-voz da polícia estadual em comunicado compartilhado pela fundação.


Bileya serviu como pastor numa Igreja Cristã Reformada na região do governo local de Donga. Bileya recebeu um Mestrado em Teologia do Seminário Teológico Calvin, em Michigan em 2014 e atuou nos últimos cinco anos no Seminário Teológico Veenstra em Donga, de acordo com o seu perfil no LinkedIn.


"No que está a ser observado como uma guerra direta e sistemática contra o cristianismo na Nigéria, pastores, líderes cristãos e seminaristas são raptados ou mortos a cada semana", diz a declaração da Fundação Hausa Christians. "Os cristãos na Nigéria foram alvo de muitos ataques dos terroristas islâmicos, jihadistas do Boko Haram, ataques de Fulani e muitos outros sequestros nos últimos tempos".


Em comunicado divulgado por um porta-voz, o governador de Taraba, Darius Ishaku, condenou o assassinato do pastor e da sua esposa. Ishaku disse que se solidariza com a dor dos membros sobreviventes da família de Bileya e com os membros da Igreja Cristã Reformada na Nigéria.


"O assassinato do pastor e da sua esposa é cruel e desumano", diz a declaração do governador, de acordo com o jornal This Day da Nigéria.


Bileya era estudante de doutorado no Instituto de Estudos de Adoração Robert E. Webber (IWS), uma escola não-denominacional em Jacksonville, Flórida. Ele se matriculou no IWS em 2014 e estava na fase final do programa de doutorado. Ele fez um curso de tese em 2019.


“É com o coração partido que a IWS anuncia a morte do estudante Emmanuel Bileya, a sua esposa Juliana e o seu filho ainda no útero, cujo nome é conhecido apenas por Deus”, diz uma declaração do IWS. "O martírio deles foi o resultado de uma guerra étnica em curso no país de origem - Nigéria."


Motivos de Oração:
  • Ore pelas famílias que estão em luto, em especial pelos 8 filhos do casal que ficaram órfãos.

  • Ore pelos cristãos da Nigéria que estão a enfrentar um aumento da perseguição por vários grupos extremistas.

  • Ore para que Deus supra as necessidades dos filhos, financeira, espiritual e emocionalmente.


Fonte: VDM, Christian Post, Guiame



Ao assinar a nossa lista de contatos está a concordar com a nossa Política de Privacidade

© 2017 A Voz dos Mártires. Todos os direitos reservados.