Após 5 anos, o último dos mártires cristãos decapitado na Líbia foi finalmente enterrado no Egipto

O último dos 21 cristãos a serem decapitados pelo EI numa praia da Líbia há cinco anos atrás foi finalmente sepultado. Matthew Ayariga e outros 20 cristãos coptas foram executados a sangue frio numa praia de Sirte em fevereiro de 2015. Todos eram trabalhadores migrantes na cidade quando foram raptados pelo ISIS. As imagens da sua execução foram divulgadas pelo grupo terrorista mostrando os homens em macacões laranja e ajoelhados em frente a militantes mascarados do ISIS. Alguns pareciam estar a orar antes de morrer. Os corpos dos outros 20 homens foram todos devolvidos ao Egito em 2018. De acordo com o Barnabas Aid, as autoridades da Líbia entregaram no mês passado os restos mortais de Ayariga para que os cristãos egípcios pudessem realizar o seu sepultamento. O jornalista Farid Y Farid, publicou no Twitter que Ayariga foi sepultado ao lado dos outros mártires. "Os seus restos mortais finalmente chegaram ao Egipto para serem sepultados com os seus irmãos coptas, após 5 anos do corpo não ter sido reivindicado", disse Farid. De acordo com uma reportagem do jornal egípcio Watani, a mãe de duas outras vítimas disse: "Desmaiamos de grande alegria porque o mártir Mateus é querido para nós, e ele era como um dos nossos filhos, porque foi martirizado com os nossos filhos e aceitou a Cristo. "Agradecemos ao nosso Mestre porque Ele conseguiu devolver os restos mortais do mártir para que ficasse ao lado dos seus [irmãos] na igreja." Fonte: VDM, Christiantoday

Ao assinar a nossa lista de contatos está a concordar com a nossa Política de Privacidade

© 2017 A Voz dos Mártires. Todos os direitos reservados.