Aumenta a Perseguição Contra Igrejas Domésticas na China

Segundo os cristãos da província de Henan, na China, as agências locais de segurança pública e as agências de assuntos religiosos começaram a atacar os membros da igreja com ameaças e multas desde o início de fevereiro. Uma nova iniciativa em Nanyang, Henan, proíbe explicitamente qualquer tipo de encontros religiosos nas casas das pessoas. Qualquer pessoa que tenha participado ou permita reuniões fora de um local religioso registado será sujeita a uma multa de 30.000 yuan (€ 3.800). Todos os cristãos da região são obrigados a se juntarem a uma igreja oficialmente registada. A política religiosa actual da China determina que apenas o budismo, o taoísmo, o islamismo, o cristianismo protestante e o catolicismo - que são oficialmente reconhecidos pelo estado - são legais para que os cidadãos participem, e eles só podem fazê-lo em igrejas, mesquitas ou templos operados pelo governo. A igreja protestante chinesa oficial é conhecida como o "Movimento Patriótico das Três Autonomias", nomeada pelos seus princípios de autogoverno (sem reconhecimento de autoridades religiosas de fora da China), auto-suporte (sem vínculos financeiros com organizações estrangeiras) e auto-propagação (nenhuma influência de missionários estrangeiros). Como a maioria dessas igrejas são instruídas para ensinar lealdade ao Partido Comunista e ao Estado chinês e frequentemente ensinam sobre os princípios reais dessas crenças, muitos crentes fiéis optam por se encontrarem fora do sistema religioso oficial, em grupos conhecidos como igrejas domésticas ou igrejas subterrâneas. Os funcionários do Partido Comunista não podem participar de nenhuma religião, nem crianças, estudantes ou membros das forças armadas chinesas. Na província de Shandong, as agências governamentais estão a investigar membros do Partido Comunista para garantir que eles não sejam religiosos. Motivos de Oração: Louve a Deus pela fidelidade dos crentes chineses, ore para que eles não sejam tentados a desistir de se encontrar uns com os outros, mas continuem a encorajar uns aos outros na fé. Ore para que o Senhor continue a espalhar o Evangelho em toda a China, até mesmo pelas mais altas autoridades estaduais. Ore para que o Evangelho seja pregado com toda a fé em todas as igrejas da China. Fonte: China Aid

Ao assinar a nossa lista de contatos está a concordar com a nossa Política de Privacidade

© 2017 A Voz dos Mártires. Todos os direitos reservados.