Cristão é absolvido de acusações de blasfémia na Argélia

Um agricultor argelino cristão de origem muçulmana foi absolvido de acusações de blasfémia a 30 de dezembro. Este homem tornou-se cristão em 2013, mas a família da sua esposa veio a descobrir que ele se tinha convertido e por causa das sucessivas ameaças, ele teve de se mudar juntamente com toda a sua família para outra região, onde começou a trabalhar como operário. A sua nova localização foi descoberta em 2017. A sua esposa havia sido então persuadida a acusá-lo de insultar o Islão e de ameaçá-la. Após a polícia ter revistado a sua casa acusou-o de blasfémia. Concederam o divórcio à sua esposa, como as mulheres muçulmanas não podem ser casadas com não-muçulmanos. Apesar de ter sido absolvido das acusações de blasfémia, ele enfrenta dificuldades financeiras como resultado de ter perdido o seu emprego. Os seus sogros também continuam a negar o acesso aos seus filhos. A constituição da Argélia prevê a liberdade de culto, mas declara o Islão como sendo a religião do estado. Insultar ou ofender o Islão é considerado uma ofensa criminal. Para além da prisão, os cristãos condenados também podem enfrentar pesadas multas se forem condenados por blasfémia. Pedidos de Oração: Agradeça ao Senhor por sustentar espiritualmente esses cristãos por meio de oposição, dificuldade e perda. Ore por força espiritual contínua. Peça a Deus que quebrante os corações dos seus sogros para que eles também possam conhecer o amor de Cristo. Peça a Deus que forneça a esse nosso irmão um trabalho e oportunidades para ver os seus filhos.

Ao assinar a nossa lista de contatos está a concordar com a nossa Política de Privacidade

© 2017 A Voz dos Mártires. Todos os direitos reservados.