Etiópia: 4 Jovens Presas por Pregar a Cristo

De acordo com o World Watch Monitor, quatro adolescentes - Eden, 15, Gifti e Mihiret 14, e Deborah, 18 - foram presas no início do mês de Outubro, após a distribuição de um livro cristão em amárico, a principal língua da Etiópia. Acreditando que o livro insulta o Islão, os muçulmanos locais responderam com violência, ao atacar igrejas e ameaçar líderes religiosos. As adolescentes foram mais tarde presas pela polícia local, e uma das meninas, Eden, sofreu um ataque na sua primeira noite na prisão. Mas de acordo com uma fonte da WWM, que visitou as meninas na prisão e falou com Éden e Deborah, disse que a fé delas é inabalável. "Isso [o sofrimento] é uma honra para nós. Devemos esperar pela perseguição. Nós não temos medo. Estamos sempre a cantar e a orar aqui na prisão", disse Deborah, acrescentando: "É uma honra para nós sermos presas pelo Reino de Deus". Os adolescentes foram libertadas depois do pagamento de uma fiança 3.000 Birr (cerca de 120€) para o Tribunal de Harar; No entanto, Deborah foi recentemente presa novamente por razões desconhecidas. Dos cerca de 99,4 milhões de pessoas que vivem na Etiópia, cerca de 20 por cento pertencem a Igrejas Cristãs Evangélicas e 40 por cento à Igreja Ortodoxa Etíope (EOC), enquanto cerca de 34 por cento do total da população é muçulmana, de acordo com a Operation World. Enquanto a Etiópia diz que garante a liberdade de religião, os cristãos evangélicos, muitas vezes enfrentam discriminação e assédio; Este é um país que está classificado como 'Monitorado' pela Missão A Voz dos Mártires. Fonte: World Watch Monitor Motivos de Oração: Ore por Deborah, para que ela seja libertada novamente da prisão. Ore para que os cristãos na Etiópia permaneçam firmes na fé, mesmo diante das perseguições vividas. Ore para que o testemunho dos cristãos possam alcançar as vidas dos mais de 30% da população muçulmana do país.

Ao assinar a nossa lista de contatos está a concordar com a nossa Política de Privacidade

© 2017 A Voz dos Mártires. Todos os direitos reservados.