Menino cristão de 6 anos é morto por parentes muçulmanos na Uganda

Um ex-xeque do leste da Uganda que se recusou a renunciar a Cristo teve o filho de 6 anos morto pelos próprios parentes na segunda-feira (23 de novembro), dois dias depois de islâmicos na parte ocidental do país ter matado um pastor e o seu filho de 12 anos, disseram as fontes. Após uma reunião de duas horas com parentes muçulmanos na aldeia Kameme de Buseta, no distrito de Kibuku, o ex-xeque (professor islâmico) Emmanuel Hamuzah recusou-se a renunciar a Cristo, disse o convertido cristão de 38 anos ao Morning Star News. O seu filho de 6 anos, Ibrahim Mohammad, estava com ele do lado de fora da casa quando os cinco parentes se aproximaram por volta das 18h30, e um deles a falar: "Tu deves renunciar esta fé cristã, que é uma vergonha para a nossa família", disse Hamuzah. “Recusei-me a ceder à sua exigência e eles começaram a atacar-me com pontapés e socos”, disse Hamuzah ao Morning Star News. “Tentei me defender enquanto os outros agressores pisavam no pescoço do meu filho, sufocando-o.” Os agressores fugiram quando os vizinhos correram em direção ao tumulto, mas o seu filho morreu antes que pudesse obter ajuda médica, disse ele. Hamuzah, que tem mais três filhos de 10, 8 e 4 anos, colocou a sua fé em Cristo há dois anos. Estes assassinatos em Uganda foram os último de muitos casos de perseguição aos cristãos no país, documentados pelo Morning Star News. A constituição da Uganda e outras leis prevê a liberdade religiosa, incluindo o direito de propagar a própria fé e converter de uma fé para outra. Os muçulmanos representam não mais que 12% da população, com altas concentrações nas áreas orientais do país. Motivos de Oração: Ore pela família de Emmanuel Hamuzah, para que Deus conforte os seus corações neste momento de luto pelo filho martirizado. Ore para que os cristãos na Uganda permaneçam fieis a Cristo mesmo diante do aumento da perseguição por parte de extremistas islâmicos. Ore para que Deus use essa situação para despertar a comunidade da Uganda para a realidade da perseguição cristã no país. Fonte: VDM, Morning Star News

Ao assinar a nossa lista de contatos está a concordar com a nossa Política de Privacidade

© 2017 A Voz dos Mártires. Todos os direitos reservados.