Repressão contra cristãos continua na China, 100 Igrejas fechadas nas últimas semanas

Nas últimas semanas, cerca de 100 igrejas domésticas foram fechadas pelo governo chinês na província de Henan, anuncia a Missão China Aid. A alegação é que são lugares de culto “ilegais”, mas as igrejas registadas pelo Estado estão a ser forçadas a remover as cruzes do alto dos templos se quiserem continuar abertas. Essa nova onda de perseguição começou em fevereiro e não dá sinais que terminará tão cedo. Segundo alguns líderes cristãos, o objectivo é a “eliminação do cristianismo”. Na província de Ningling, as autoridades permitem que apenas cinco pessoas se reúnam sem uma autorização oficial e estão a por guardas nos portões das igrejas para limitar a entrada. Em várias Igrejas, murais com o nome de Jesus foram arrancados, bem como decorações com temas cristãos e versículos. Já no condado de Luoning, a pregação e a coleta de ofertas foram proibidas. A China Aid relata que o Partido Comunista está a impor uma repressão dos governos locais a todas as manifestações religiosas, não só contra os cristãos. O presidente da missão, Bob Fu, calcula que o número de cristãos chineses presos por causa da sua fé “atingiu o nível mais alto desde o fim da Revolução Cultural comunista, em 1976”. “No ano passado, 1.265 igrejas foram atingidas pelas medidas do governo, com o número de perseguidos chegando a 223.000, e isso é apenas a ponta do iceberg”, disse Fu, avaliando que de 2016 para 2017 esses números quintuplicaram. Ele explica que a sua organização documentou 3.700 casos de cristãos presos nos últimos 12 meses. Motivos de Oração: Ore por sabedoria para os líderes da igreja em Henan, para que eles busquem a face de Deus e ouçam a Sua voz claramente. Ore para que os cristãos cujas igrejas foram fechadas encontrem novas maneiras de ter comunhão, para que a fé deles seja refinada e fortalecida através da perseguição. (1 Pedro 1: 6-7). Ore para que Deus fale aos corações dos oficiais de encarregados de aplicar as novas leis sobre religião, para que eles comecem a questionar a verdadeira motivação por trás de tais leis - e desejem conhecer mais sobre Jesus. Fonte: China Aid/GospelPrime/Release International

Ao assinar a nossa lista de contatos está a concordar com a nossa Política de Privacidade

© 2017 A Voz dos Mártires. Todos os direitos reservados.