UGANDA: MULHER FOI ESPANCADA POR ACUSAR O IMÃ DE UMA MESQUITA

Muçulmanos no leste da Uganda espancaram e estupraram uma jovem cristã por testemunhar que um líder da mesquita matou o seu pai por causa da sua fé, disseram as fontes. O imã (Líder) de uma mesquita na vila Kanyumu, Pallisa District, Xeique Musana Ibrahim, e outros dois muçulmanos, mataram Samson Mukama no dia 28 de Janeiro, de acordo com a sua filha, que testemunhou o ataque. "Eu era capaz de identificar o Xeique porque somos vizinhos, e o meu pai tinha sido questionado sobre a sua fé islâmica", ela disse da sua cama de hospital. "O Xeique naquele dia tinha dito ao seu pai:" Você não tem respeito pela nossa religião, e por isso viemos aqui hoje para tirar lhe a vida. " Eles começaram a estrangular o meu pai, bem como a bater-lhe na cabeça com um pau grande. Quando o meu pai caiu, eu consegui fugir pela janela ". A polícia prendeu Ibrahim e outros dois suspeitos a 29 de Janeiro, mas ela não foi capaz de identificar os outros dois, por esse motivo eles foram libertos. Ibrahim foi transferido para uma cela em Kamuge, onde aguarda o resultado do tribunal. A mulher de 22 anos de idade, cujo nome é retido, disse que tinha sido espancada e estuprada a 19 de Abril por ter testemunhado no tribunal. Ela foi encontrada inconsciente em uma poça de sangue, com vários cortes no seu corpo, após o ataque feito contra ela naquela noite na casa em que se refugiava na vila Kanginima, Pallisa District. Ela disse na Morning Star News que um dos três muçulmanos que a agrediu disse-lhe: "Vamos te matar hoje, porque foste a única pessoa responsável pela prisão do nosso Xeique. Um presbítero de uma igreja não revelada irá cuidar da jovem, cuja mãe morreu há cinco anos e que não tem irmãos. Ela ainda está em estado grave. Fonte: Morning Star Notícias Pontos de oração Ore pela recuperação física, mental, e emocional desta jovem que sofreu este ataque; Ore também para que a sua provação possa atraí-la para mais perto do Senhor e fortalecer a sua fé. Ore para que a igreja possa prestar cuidados e apoio contínuo a este jovem, na ausência de qualquer família. Ore para que este tipo de eventos leve muitos na comunidade a perceber a sua necessidade de salvação e a voltar-se para Cristo.

Ao assinar a nossa lista de contatos está a concordar com a nossa Política de Privacidade

© 2017 A Voz dos Mártires. Todos os direitos reservados.