Crianças de

CORAGEM

e

RAQUEL

"Viu o Pai ser preso com 8 anos"

O coração da Rachel disparou quando quatro policiais entraram pela porta da frente da sua casa e foram para o andar de cima onde ela e outros membros da Igreja estavam a ouvir o seu pai a pregar.


Os policias prenderam o pai da Rachel, o pastor Hu, sob a acusação de subverter o governo comunista do Vietname, ao pregar o Evangelho. 

A visão do pai preso com algemas e uma arma apontada para a cabeça, foi muito forte para uma menina de 8 anos. Enquanto o oficial abria a porta do carro para levá-lo, ela mordeu-o o mais forte que pode.
"Devolva o meu pai", Gritou Rachel, antes de lhe morder a perna com força suficiente para deixar as marcas dos dentes através das suas calças. "Não me morda, menina teimosa!",  gritou o polícia.
"Deixa-o ir filha", pediu a mãe de Rachel. "O teu pai vai voltar para casa". O Pastor Hu acalmou a filha dizendo: "Faz tudo o que a tua mãe te disser, eu vou voltar para casa."


Relutantemente, Rachel obedeceu aos pais. Ela sentou-se no chão e observou com os olhos cheios de lágrimas, enquanto os oficiais empurravam o seu pai para dentro do carro e partiam.

Erguido em Meio à Perseguição
Enquanto o pai de Rachel estava preso, a vida da família tornou-se mais difícil. A fim de sustentar a família, a sua mãe teve que caminhar pela floresta todos os dia para arrancar cascas de árvores para fazer cestos, os quais vendia no mercado.


Como a prisão ficava muito longe, Rachel só pode visitar o pai uma vez. Durante a visita, ela falou de forma ríspida com os guardas da prisão. Vendo isso, o pastor Hu encorajou a filha a orar. "Por favor, ora por mim, e tem cuidado com o que tu dizes", disse ele. "Eu vou sempre servir ao Senhor. Ora para que Deus me dê a oportunidade de anunciar a Cristo aqui na prisão."

O seu amor por Cristo continuou a influenciar Rachel, mesmo dentro de uma cela da prisão.

 

Para a Sua Glória
Três anos após a prisão do pastor Hu, um homem com uma barba grande bateu na porta de Rachel. Ela não o reconheceu num primeiro momento, mas o seu irmão mais velho soube imediatamente que era o pai. Radiante com o seu retorno, Rachel abraçou o em prantos.


Hoje, mais de duas décadas depois da sua prisão, o pastor Hu ainda é monitorado pelas autoridades à procura de motivos para perseguir a sua congregação. Na semana em que os trabalhadores da VdM falaram com a família, eles tinham sido chamados à esquadra novamente.


Rachel, agora com 33 anos, vive a fé corajosa e mansa do seu pai. Ela incentiva outros jovens a permanecerem fortes em Cristo e nunca O negarem. Ela aprendeu a importância de nutrir nas crianças a fé cristã e hoje lidera o ministério das crianças na sua igreja e treina novos professores. 


Ela também cuida de um grupo de crentes muito pobres que vivem nas montanhas. Eles foram forçados a abandonar as suas aldeias depois de se tornarem cristãos.


Rachel perdoou o homem que prendeu o seu pai há muito tempo. "Se eu o visse de novo, eu seria gentil com ele", disse ela. "Eu o perdoei, mas o perdão que tenho vem do Senhor".


Enquanto estava na prisão, o pastor Hu levou 285 presos a Cristo. Rachel considera uma lição de como Deus está sempre no controle, usando todas as coisas para o bem.


"Eu aprendi muitas coisas", disse ela, "mas o mais importante é estar pronta e preparada para o que possa vir a acontecer. Tudo acontece sob a Mão do Senhor."

UMA GRANDE FAMÍLIA

A Missão A Voz dos Mártires está empenhada em servir os mais jovens membros da nossa Família Perseguida pelo tempo que for necessário, até que eles tenham os meios suficientes para continuarem as suas vidas.


Nós convidamos você a considerar apoiar este Projecto com uma doação mensal, que permitirá à Voz dos Mártires responder às necessidades imediatas das crianças que são perseguidas por causa da sua fé em Cristo.