© 2017 A Voz dos Mártires. Todos os direitos reservados.

Ao assinar a nossa lista de contatos está a concordar com a nossa Política de Privacidade

44 Mortos após duas explosões em Igrejas no Egipto

Uma explosão numa igreja copta na cidade egípcia de Tanta, a 90 quilómetros a sul do Cairo, matou pelo menos 25 pessoas e feriu outras 69. A explosão acontece numa altura em que vários fiéis se deslocaram à igreja de Mar Girgis para assinalar do Domingo de Ramos. Horas depois, um bombista suicida fez-se explodir perto da igreja de São Marcos em Alexandria.

 

De acordo coma agência Reuters, o balanço mais recente do duplo atentado aponta para 44 mortos e mais de 100 feridos.

 

O auto-proclamado Estado Islâmico reivindicou entretanto a autoria dos ataques. Num comunicado, a organização afirma que dois militantes usaram coletes armadilhados para provocar as explosões nas igrejas egípcias, tendo identificado os bombistas como Abu Al-Baraa Al Masri, responsável pelo atentado de Alexandria, e como Abu Ishaaq Al-Masri, que fez explodir a igreja de Tanta, nos arredores da capital.

 

Uma das vítimas mortais da explosão em Alexandria foi o polícia que impediu o suicida de entrar na igreja onde centenas de pessoas estavam reunidas, um dado revelado pelo jornal Egypt Independent.

 

As autoridades tomaram o incidente como um atentado terrorista desde muito cedo. Em dezembro de 2016, os cristãos coptas foram alvo de um atentado — reivindicado pelo Estado Islâmico — numa igreja no Cairo, num ataque bombista que matou 29 pessoas. Os cristãos coptas compõem aproximadamente 15% da população do Egipto.

 

 

Portugal condena ataques

 

O primeiro-ministro de Portugal, António Costa, condenou hoje os ataques à bomba em duas igrejas cristãs coptas no Egipto, que resultaram em mais de 30 mortos e dezenas de feridos.

 

“Em meu nome e do governo português, condeno aqui os ataques no Egipto e expresso o nosso profundo pesar pelas vítimas”, escreveu António Costa na sua conta no Twitter.

 

 

Num comunicado, o Ministério dos Negócios Estrangeiros referiu também que “o Governo Português condena firmemente os atentados que hoje causaram a morte a mais de 20 pessoas e feriram pelo menos 70 que se encontravam reunidas para celebrar o Domingo de Ramos nas igrejas coptas de Mar Gigis, em Tanta, e de São Marcos, em Alexandria, no Egipto”.

 

O Presidente da República português enviou também uma mensagem de condolências ao Presidente da República Árabe do Egipto, Al-Sisi, no qual condena os “bárbaros ataques” registados hoje em duas igrejas e que causaram mais de 30 mortos.

 

“Condeno veementemente estes bárbaros ataques bem como todas as manifestações de intolerância religiosa”, refere a mensagem de Marcelo Rebelo de Sousa, divulgada no site da Presidência da República na Internet e enviada ao homólogo egípcio a partir de Cabo Verde, onde o chefe de Estado português se encontra em visita de Estado.

 

“Neste momento difícil, quero transmitir a Vossa Excelência, em meu nome e em nome do povo português, toda a solidariedade para com o povo egípcio e, de modo particular, com as famílias das vítimas a quem dirigimos, através de Vossa Excelência, os sentimentos do nosso sentido pesar”, acrescenta o Presidente da República.

 

Motivos de Oração:

  • Ore pelas pessoas que ficaram feridas nestes atentados, para que possam se recuperar fisicamente e emocionalmente;

  • Ore pelos familiares daqueles que foram mortos para que Deus possa consolar os seus corações fortalecendo-os neste tempo de perda;

  • Ore para que Deus mova o coração destes homens que praticam estes ataques, para que Deus possa alcança-los e transforma-los assim como fez na vida de Saulo.

  • Ore por estas cidades e regiões que têm sido alvo de ataques para que Deus transforme este clima de medo e pavor, e fortaleça a fé daqueles que têm sido perseguidos.

 

Tags:

Please reload

Notícias mais Lidas

Missionária é assassinada na Indonésia

1/10
Please reload

Notícias Recentes
Please reload

Arquivo