© 2017 A Voz dos Mártires. Todos os direitos reservados.

Ao assinar a nossa lista de contatos está a concordar com a nossa Política de Privacidade

Cristãos Evangelizam Muçulmanos Durante o Ramadão

Em uma bonita demonstração de solidariedade, os cristãos no Egipto estão a repartir o pão com os seus vizinhos - sobretudo os muçulmanos - para demonstrar o amor de Jesus, apesar de uma recente série de ataques do Estado islâmico contra a sua comunidade.
 
Em maio, homens armados do Estado Islâmico atearam fogo num auto-carro que levava um grupo de cristãos coptas a um mosteiro, matando pelo menos 29 pessoas, entre adultos, idosos e crianças. O ataque foi a seguir o bombardeio de duas igrejas cristãs no Domingo de Ramos - ataques estes também de responsabilidade do Estado Islâmico, que deixaram mais de 100 pessoas mortas e feridas.
 
Dias antes do início do mês do Ramadão - que vai de 26 de maio a 24 de junho - (saiba mais aqui) o Estado Islâmico avisou que este seria um período "sangrento para os infiéis" (cristãos, judeus e outras minorias). Mas a violência não impediu os cristãos coptas de continuarem com uma tradição antiga de preparar refeições diárias para os muçulmanos nas suas comunidades durante todo o tempo do Ramadão.
 
De acordo com o Christian Post, os cristãos coptas estão a montar mesas nas ruas, perto das suas casas e estão a servir refeições caseiras gratuitas para as pessoas no fim do jejum.
"Eles convidaram a mim e aos meus filhos e fiquei surpreso", disse Tarek Ali, um muçulmano que mora na região. "Eles colocaram a mesa na rua, sem se importarem se somos muçulmanos. Eles chamavam a todos que estavam a terminar o jejum para se sentarem à mesa".
 
Enquanto os coptas, que representam cerca de 10% da população egípcia (92 milhões), estão marcados como alvos dos terroristas, estes corajosos cristãos também não aceitam que o medo os impeça de compartilhar o amor de Jesus.


"Eu criei o filho deste homem (ao lado de meu próprio filho) e ele é muçulmano", disse Dawoud Riyad, um cristão que servia as refeições no Cairo, enquanto apontou para um vizinho. "Todos vivemos na mesma praça, todos somos amigos".

 

Motivos de Oração:

  • Ore pelos cristãos nos Egipto, para que permaneçam fiéis ao chamado de Deus, mesmo diante da perseguição.

  • Ore para que os muçulmanos vejam o testemunho dos cristãos e conheçam a Jesus como único Senhor.

  • Ore para que a perseguição cristã no Egipto seja transformada num grande avivamento espiritual e salvação de vidas.

Fonte: Christian Post/Guia-Me

Please reload

Notícias mais Lidas

Missionária é assassinada na Indonésia

1/10
Please reload

Notícias Recentes
Please reload

Arquivo