© 2017 A Voz dos Mártires. Todos os direitos reservados.

Ao assinar a nossa lista de contatos está a concordar com a nossa Política de Privacidade

Situação das minorias religiosas da Índia pode virar uma «catástrofe» diz relatório

Um relatório sobre liberdade religiosa mostra um demasiado aumento no número de ataques contra cristãos e muçulmanos na Índia nos últimos quatro anos.

 

O número de incidentes reportados nos primeiros três meses de 2018 foi maior do que o número total de ataques em todo o ano de 2014, de acordo com o relatório “We're Indians Too” (Nós também somos indianos) da organização Open Doors.

 

A análise do relatório mostra que desde que o Partido Bharatiya Janata (BJP) de Narendra Modi chegou ao poder em 2014, o número de atos violentos contra cristãos, muçulmanos e dalits tribais (membros da mais baixa casta da Índia)  aumentou .

 

A maioria dos incidentes foi relatada nos estados indianos de Chhattisgarh e Maharashtra , seguidos por Odisha , Madhya Pradesh , Uttar Pradesh e Jharkhand .

 

O relatório identifica quatro “impulsionadores” da perseguição: “a ideologia de Hindutva , as leis anticonversão, o uso indevido da lei PESA e, para muitos, o sistema de castas se combinam para criar um ambiente tóxico onde a violência e a discriminação são uma realidade quotidiana para muitas minorias religiosas da Índia”, diz o relatório, que pede aos responsáveis para “agir imediatamente para evitar uma catástrofe das comunidades minoritárias religiosas sitiadas na Índia”.

 

Além disso, de acordo com o relatório da organização Open Doors, embora fora do escopo dos incidentes analisados, “é profundamente preocupante que uma agência de informação no terreno tenha documentado 775 incidentes contra cristãos em 2018, incluindo 14 assassinatos.

 

Destes 775 incidentes em 2018 representam uma perseguição religiosa de 50.819 pessoas; 18.956 das quais eram homens; 18.858 eram mulheres; e 12.790 eram crianças. Esses números representam apenas uma das descobertas da agência relatora.

 

Se considerarmos que nenhuma organização consegue documentar a totalidade das violações da liberdade religiosa, estes números apenas demonstram a necessidade de análise adequada e um monitoramento maior de um ambiente crescente de violência religiosa”.

 

“A Índia… luta contra incidentes crescentes de intolerância local e violência contra as minorias. A segurança e a justiça para todos devem ser garantidos pelas autoridades”, disse Jan Figel, enviado da UE para a liberdade de religião ou crença fora da UE.

 

Motivos de Oração:

  • Ore pelos cristão da Índia, para que continuem a testemunhar o amor de Cristo.

  • Ore para que este aumento da perseguição se converta em frutos para o Reino de Deus.

  • Ore pelas autoridades indianas, para que sejam mais justos na aplicação das leis e para que protejam e defendam as minorias.

 

Fonte: World Watch Monitor

Tags:

Please reload

Notícias mais Lidas

Missionária é assassinada na Indonésia

1/10
Please reload

Notícias Recentes
Please reload

Arquivo