© 2017 A Voz dos Mártires. Todos os direitos reservados.

Ao assinar a nossa lista de contatos está a concordar com a nossa Política de Privacidade

Igreja Cristã na Etiópia obrigada pelas autoridades a sair do prédio que ocupava há 10 anos

 

Uma igreja evangélica no centro da Etiópia recebeu ordem para desocupar o seu prédio após 10 anos a se reunir ali. Outras igrejas da região dizem que a pressão está aumentar.

 

A Igreja Evangélica Mekane Yesus, na cidade de Robe, na zona de Bale, a cerca de 400 km a sudeste da capital Adis Abeba, foi ordenada pelas Autoridades Estaduais Regionais de Oromia a deixar as suas instalações no prazo de 30 dias.

 

A carta de despejo datada de 15 de maio e assinada pelo Presidente da Câmara, Birhanu Dadi Tafesse, disse que os vizinhos da igreja se queixaram do barulho. Eles alegaram que os cristãos presentes na reunião não eram daquela região e que o prédio não era adequado para os cultos religiosos. “Com base no consenso que chegamos no comité formado, é preciso procurar outro lugar e deixar o lugar atual dentro de 30 dias”, dizia a carta.

 

A fonte disse que a congregação recebeu o prédio de um proprietário privado há 10 anos e o usava sem incidentes.

 

"Este é realmente um movimento surpreendente", disse uma fonte, sem se identificar por razões de segurança. “Se o barulho é o problema, as igrejas protestantes não podem ser as primeiras a serem acusadas de poluição sonora. Outras instituições religiosas usam sistemas de som muito mais poderosos em todo o país. Ruído de mesquitas e igrejas ortodoxas da Etiópia pode ser ouvido durante todo o dia e até mesmo durante a noite. Essa decisão não é mais do que uma demonstração de animosidade em relação às igrejas protestantes na região. ”

 

Existe a preocupação de que essas medidas sejam parte de um esforço conjunto para desencorajar a atividade cristã no estado de Oromia, o berço do presidente Abiye Ahmed.

 

Líderes dizem que temem que, se essas acções do governo forem bem-sucedidas, possam incentivar os muçulmanos de outras comunidades a iniciar queixas semelhantes. Até à data do recenseamento de 2007, o estado era aproximadamente 51% cristão e 47,6% muçulmano.

 

Motivos de Oração:

  • Ore para que a congregação não seja desencorajada por esta situação. Ore para que eles continuem determinados a se reunirem para adorar a Deus, aprender com a Sua palavra e ter comunhão uns com os outros.

  • Peça ao Senhor que forneça instalações adequadas para a igreja se reunir. Enquanto isso, ore pelos líderes da igreja como eles lidam com as autoridades.

  • Ore para que este incidente não seja o começo de uma perseguição cristã acentuada na Etiópia.

 

Fonte: World Watch Monitor

 

Please reload

Notícias mais Lidas

Missionária é assassinada na Indonésia

1/10
Please reload

Notícias Recentes
Please reload

Arquivo