© 2017 A Voz dos Mártires. Todos os direitos reservados.

Ao assinar a nossa lista de contatos está a concordar com a nossa Política de Privacidade

Novo Relatório revela que a Perseguição Cristã acontece em 143 países do mundo

 

Cristãos enfrentam perseguição em 143 países, segundo as novas pesquisas. O último Relatório Anual do Pew Research Center, revela um aumento recorde nas restrições à religião impostas por muitos governos em todo o mundo. Também revela que a violência e o assédio contra grupos religiosos estão em ascensão.

 

"O relatório reforça a excelente nova revisão da perseguição cristã pelo bispo de Truro, que agora foi aceita pelo governo", diz Paul Robinson, presidente da Voz dos Mártires do Reino Unido. "A Voz dos Mártires ficou feliz em poder contribuir com a pesquisa para este relatório."


Segundo o relatório "As restrições religiosas têm aumentado em todo o mundo na última década". Cinquenta e dois governos, incluindo a China, a Indonésia e a Rússia, estão a impor níveis altos ou muito altos de restrições à religião.

 

China

O Relatório Pew observa que o governo chinês "aumentou os esforços para prender e deportar missionários cristãos". E destaca que a China está a restringir o número de grupos religiosos que podem se registar no governo para realizar cultos de adoração.

 

"Mas no ano passado, a VDM-UK recebeu relatórios crescentes da China, de que até mesmo as igrejas cristãs registadas estão a ser fechadas pelo governo, à medida que as novas restrições religiosas se instalam", diz Paul Robinson.


Islamismo

O Relatório Pew afirma que, desde 2015, o Islão tem sido a religião do estado mais comum em todo o mundo. No Oriente Médio e Norte da África, a maioria dos governos favorece o Islão sobre outras religiões.

 

É aqui que um número crescente de países está a restringir mais a religião. De acordo com o Relatório Pew: "O número de países [na região] onde as pessoas experimentam o mais alto nível de hostilidade em relação à religião aumentou em quase 50%".

 

A pesquisa de 198 países também encontra restrições religiosas e a violência está a se espalhar também para a Europa. Cita um caso no Reino Unido em 2016, onde um homem muçulmano sunita matou um comerciante muçulmano Ahmadi porque ele "desrespeitou o profeta Maomé".

 

O Terrorismo Religioso

O terrorismo religioso está a crescer na Europa, no Oriente Médio e no norte da África. Segundo o Relatório: "O Oriente Médio e o Norte da África têm visto os mais altos níveis de violência religiosa por grupos organizados".

 

A violência espalhou-se de apenas quatro países em 2007 para 11, dos 20 países da região. E isso até o final do período abrangido pelo relatório que é o ano de 2017. Grupos organizados que espalham a violência religiosa incluem Isis, Al Qaeda, o Taleban e o Hamas.

 

Entre os países mais populosos do mundo, Egipto, Índia, Rússia, Paquistão e Indonésia têm as maiores restrições à religião, segundo o relatório.

 

Coreia do Norte

Sobre a Coreia do Norte, o Relatório Pew declara: “…as fontes primárias indicam que o governo norte-coreano está entre os mais repressivos do mundo, inclusive em relação à religião. Mas, como os observadores independentes não têm acesso regular à Coreia do Norte, as fontes não conseguem fornecer o tipo de informação específica e oportuna que constitui a base deste relatório. Portanto, a Coreia do Norte não está incluída.

 

O Aumento Acentuado

Outra região que experimentou "um forte aumento nas leis e políticas governamentais que restringem a liberdade religiosa" é a África Subsariana.

 

O relatório destaca a Nigéria como um país com um dos maiores aumentos de violência religiosa por grupos organizados desde 2007.

 

Na Ásia Central, o Turcomenistão continua a negar vistos a estrangeiros suspeitos de trabalho missionário. Turcomenistão, Uzbequistão e Cazaquistão impuseram restrições à literatura cristã.

 

E na região Ásia-Pacífico, de acordo com o Relatório, 86% dos governos dos países foram intimidados por grupos religiosos na região.

 

Através da sua rede internacional de missões, a Voz dos Mártires Internacional está presente em mais de 30 países em todo o mundo, a apoiar pastores, prisioneiros cristãos e as suas famílias; a fornecer literatura cristã e Bíblias; e a trabalhar pela justiça.

 

 

Você pode ler o relatório da Pew Research Center na íntegra aqui.

 

Motivos de Oração:

  • Ore pelos cristãos que estão a ser perseguidos em todo o mundo, para que Deus fortaleça-os.

  • Ore pelos governos dos países onde a perseguição, para que os seus líderes se convertam à Cristo.

  • Ore pela Voz dos Mártires e todas as missões que apoiam os cristãos perseguidos no mundo, para que Deus conceda graça e nos dê as estratégias para alcançar cada nação fechada ao Evangelho.

Fonte: Voz dos Mártires UK

Foto: Uma criança no Iraque - (Foto do CNS / Paul Jeffrey)

 

Please reload

Notícias mais Lidas

Missionária é assassinada na Indonésia

1/10
Please reload

Notícias Recentes
Please reload

Arquivo