© 2017 A Voz dos Mártires. Todos os direitos reservados.

Ao assinar a nossa lista de contatos está a concordar com a nossa Política de Privacidade

Pastor baptista raptado na Nigéria é libertado após 17 dias de tortura

 

O pastor baptista Elisha Noma, raptado no mês passado na Nigéria, foi libertado no fim de semana depois que a sua família e líderes cristãos pagaram um resgate aos raptores, disseram fontes ao Morning Star News.

 

Os pastores muçulmanos Fulani no estado de Kaduna que raptaram o reverendo em 14 de agosto receberam 3 milhões de naira (7.350 €) antes de libertá-lo no sábado (31 de agosto), de acordo com informações do presidente do capítulo estadual da Associação Cristã da Nigéria (CAN).

 

"Ele foi libertado depois que um resgate foi pago, após uma série de negociações com os raptores", disse o reverendo Joseph Hayab ao Morning Star News numa mensagem de texto.

 

“Agradecemos a Deus pelas suas misericórdias. Oramos pela intervenção de Deus na calamidade que parece ter nos atingido como nação”, disse.

 

O pastor Noma, 60, da Igreja Batista Ungwan Makeri em Kaduna, identificou os raptores como pastores Fulani armados. Após a sua libertação, ele recebeu tratamento médico por causa das lesões sofridas enquanto estava preso.

 

A sua mão esquerda estava partida e os seus raptores fizeram uma chamada para a sua família, para que eles o ouvisse a chorar de dor enquanto eles batiam, cortavam e queimavam partes do seu corpo para obrigá-los a pagar o resgate, de acordo com o CAN. O pastor ficou com cicatrizes de queimaduras na cabeça e no rosto.

 

Somente em agosto, mais de 40 pastores na Nigéria foram raptados ou sofreram alguma forma de violência por pastores ou terroristas do Boko Haram, segundo dados obtidos pelo CAN.

 

 "Também continuaremos a pedir ao governo e às agências de segurança que façam tudo ao seu alcance para impedir a crescente onda de criminalidade em todo o país, especialmente a crescente onda de raptos no estado de Kaduna", disse o pastor Hayab ao Morning Star News.

 

Conheça também o impressionante testemunho do Pr. Habila Adamu, da Nigéria, que sofreu um tiro no rosto e sobreviveu de forma milagrosa. Ele esteve em Portugal a compartilhar a sua experiência de fé. Saiba mais aqui.

 

 

Motivos de Oração:

  • Ore pelo Pr. Elisha Noma, para que se recupere completamente dos ferimentos que sofreu e de qualquer consequência emocional que tenha sofrido durante o rapto.

  • Ore pelos cristãos que vivem na Nigéria, especialmente no estado de Kaduna, onde a perseguição tem sido mais violenta.

  • Ore para que os pastores fulanis e os membros do grupo terrorista Boko Haram tenham a oportunidade de conhecer o amor de Deus, que excede todo o entendimento.

 

Fonte: Morning Star News/Christian Post/Guia-me

 

Please reload

Notícias mais Lidas

Missionária é assassinada na Indonésia

1/10
Please reload

Notícias Recentes
Please reload

Arquivo