Crianças de

CORAGEM

e

SUSAN

"Perseguida pelo próprio pai"

Logo após Susan Ithungu ter conhecido a Cristo em 2009, o seu pai, sendo um muçulmano radical, passou a espancá-la e a fazer-lhe ameaças de morte.

Depois de ter tentado durante meses persuadir Susan a negar a Cristo, ele finalmente trancou-a num pequeno quarto de barro e manteve-a presa.

 

Ela alimentava-se daquilo que o irmão lhe conseguia passar por baixo da porta.

Seis meses se passaram até que os vizinhos perceberam o que se estava a passar com Susan e notificaram a polícia, que a resgatou e a levou para um hospital.


   Um pastor que a visitou logo após o seu resgate disse que ela estava muito magra e incapaz de andar ou falar. "O seu cabelo tinha ficado amarelo, as unhas eram longas e os olhos encovados, ela parecia ter menos de 20 kilos", disse ele.

Perseguida e Rejeitada

Infelizmente, a história de Susan não é a única na Uganda. Aqueles que se convertem do islamismo ao cristianismo enfrentam perseguições e abusos físicos por parte dos membros da família.


Enquanto esteve presa naquele quarto pequeno, Susan contraiu malária, e os meses de deficiência de cálcio no seu organismo afectaram os seus ossos, que estavam em crescimento. Depois de duas grandes cirurgias no seu fémur esquerdo, ela agora pode andar com muletas.


A VdM pagou as despesas médicas de Susan e forneceu-lhes os fundos que lhe permitiram viajar para um hospital no Quénia. Também fornecemos os valores necessários para as despesas dela e da sua cuidadora cristã, Dreda. Ela e Dreda mudaram-se para outra aldeia, onde estão protegidas da perseguição.


Mesmo diante de todas as suas dificuldades, Susan manteve-se fiel à sua fé. "Sinto-me muito bem", disse ela com um sorriso, "porque agora estou com Cristo."


Um trabalhador da VdM que visitou Susan, disse que ela permanece fiel, mas está a passar por novos problemas com os seus ossos. No início do próximo ano, ela terá que retornar ao Quénia para uma revisão da sua condição e cuidados adicionais.


"Esta menina passou por um momento difícil", disse o trabalhador da VdM. "Ela, no entanto, manteve-se firme, não importa o que ela tenha que passar, isso inclui a rejeição do pai e a necessidade de muletas para poder caminhar. Ela tem suportado tudo e está cada vez mais forte no Senhor ".

Eu Ainda Sou Forte
Aqueles que cuidaram de Susan dizem que Deus nunca vai deixá-la sozinha nas suas necessidades. Graças a você que apoia os projectos da Voz dos Mártires, ela está a terminar o sétimo ano numa escola equipada para lidar com as suas necessidades físicas especiais. 


Susan compartilha o seu testemunho nas igrejas de todo o país e encoraja outros crentes a continuarem a orar pelos cristãos perseguidos. Ela espera um dia ser capaz de compartilhar o Evangelho com o seu pai e com outros que também a feriram.

Sempre com um sorriso no rosto Susan agradece o apoio que recebeu da sua família cristã. "Eu estou feliz com a minha vida agora", disse ela. "Eu não sabia que iria poder voltar a escola. Quando fui levada para o hospital, sabia que a minha vida seria ainda mais difícil, mas Deus é grande e eu ainda sou forte. Muito obrigada por cuidarem da minha vida. Por favor, continuem a orar por mim. Quero estudar arduamente e chegar à universidade para que eu também possa ajudar outras pessoas que passam por dificuldades como as que eu tenho passado. Que Deus vos abençoe muito."


"Desde que a VdM veio para apoiá-la, temos estado muito bem." Disse Dreda, a cuidadora de Susan. "Temos ido muitas vezes ao hospital por causa da sua saúde, mas Deus é fiel porque o apoio que recebemos é suficiente para cobrir todas as despesas. Obrigada pelo vosso amor, e que Deus esteja sempre com vocês. "

A Voz dos Mártires continua a ajudar crianças como Susan, que são perseguidas ou abandonadas pelos pais depois que se convertem a Cristo.

UMA GRANDE FAMÍLIA

A Missão A Voz dos Mártires está empenhada em servir os mais jovens membros da nossa Família Perseguida pelo tempo que for necessário, até que eles tenham os meios suficientes para continuarem as suas vidas.


Nós convidamos você a considerar apoiar este Projecto com uma doação mensal, que permitirá à Voz dos Mártires responder às necessidades imediatas das crianças que são perseguidas por causa da sua fé em Cristo.